#3 Alerta: o que ameaça a água que abastece a cidade

Crime de desmatamento seguido de queimada na região da Bacia do Rio das Pedras, em 2020. Foto: Cléber Moletta/Rádio Cultura Fm Guarapuava.
Crime de desmatamento seguido de queimada na região da Bacia do Rio das Pedras, em 2020. Foto: Cléber Moletta/Rádio Cultura Fm Guarapuava.

Ouça a reportagem

Desmatamentos, queimadas, drenagens de áreas úmidas. Crimes que são registrados com frequência na Bacia do Rio das Pedras, em Guarapuava. A área é o manancial que abastece a população do município.

Temos dois crimes que ocorrem reiteradamente na região, a caça e o desmatamento. Associado ao desmatamento temos muitos fornos de carvão, ressalta Capitão Leandro, que comanda a 4ª Companhia da Polícia Militar Ambiental.

A drenagem de áreas úmidas é muito frequente. São valas abertas próximo de nascentes ou banhados com a intenção de secar o solo e poder usar essa área para plantar ou criar.
Esse é um crime de dano ambiental que destrói justamente os locais que reservam água para períodos de seca, como ouvimos no primeiro episódio da série.

Imagens de uma drenagem de área úmida na Bacia Hidrográfica do Rio das Pedras. Fotos: Cléber Moletta/Rádio Cultura FM de Guarapuava.
Valas são feitas para ‘secar’ áreas úmidas. Crime de dano ambiental. Foto: Cléber Moletta/Rádio Cultura FM Guarapuava.
Valas são feitas para ‘secar’ áreas úmidas. Crime de dano ambiental. Foto: Cléber Moletta/Rádio Cultura FM Guarapuava.

Ao longo do trabalho de apuração para essa reportagem localizamos uma área recente que sofreu esse tipo de crime. O local fica justamente no início da bacia, nas primeiras nascentes, cabeceira do Rio das Pedras. Clique aqui para ver no mapa a localização.

Os crimes ambientais podem ser denunciados pelo telefone 181. A ligação é gratuita e o denunciante não precisa se identificar.

A reportagem da Rádio Cultura já realizou diversas reportagens sobre os crimes ambientais na região. Em boa parte dos casos, os crimes estão relacionados com problemas de invasões e venda irregular de posses na região. Aqui, aqui e aqui alguns links de matérias sobre o assunto.

TECNOLOGIA CONTRA O DESMATAMENTO

Uma das ferramentas utilizadas para coibir o crime de desmatamento foi desenvolvida graças à união de técnicos e pesquisadores de várias instituições brasileiras. Estamos falando do MapBiomas, que tem dados da nossa região é usado por autoridades para monitorar os crimes.

O que o MapBiomas fez foi pegar os principais pesquisadores de cada um dos biomas e formar essa rede para criação desses mapas anuais de uso e cobertura do solo de 1985 até os dias atuais, explica Marcos Rosa, Coordenador Técnico do MapBiomas.

Nós olhamos se realmente foi desmatado, se era uma área natural, refinamos em alta resolução, cruzamos com todos os dados públicos existentes como autorização de desmatamento, embargos, cadastro de propriedades, reserva legal, áreas de preservação permanente e publicamos em um site público, aberto, transparente, detalha Marcos.

Observando os alertas criados pelo MapBiomas para o município de Guarapuava, fica nítido: boa parte das possíveis áreas desmatadas está na região da Bacia do Rio das Pedras.

Vídeo mostra área verificada pelo MapBiomas em Guarapuava. Fonte: alertas.mapbiomas.org

São 43 alertas de desmatamento em Guarapuava nos últimos dois anos (abril de 2019 a abril de 2021). Pelo menos 9 estão no território da bacia do Rio das Pedras, lembrando que são alertas que podem ser conferidos pela polícia para constatar o crime.

Clique no link abaixo e confira os detalhes do que a imagem mostra.

A destruição da floresta está concentrada em propriedades maiores e relacionadas à expansão das áreas de agricultura e pecuária. É o que revela o diagnóstico da bacia elaborado pelos pesquisadores e professores da Unicentro.

Confira as outras reportagens da série Rio das Pedras: nossa água de cada dia.

Algo errado? Comunique pelo email: pauta@culturacatolica.com.br

A Rádio Cultura produz conteúdos jornalísticos de qualidade na região de Guarapuava. Algumas dessas histórias você acompanha aqui ou em centralcultura.com.br

A Rádio Cultura produz conteúdos jornalísticos de qualidade na região de Guarapuava. Algumas dessas histórias você acompanha aqui ou em centralcultura.com.br