#2 Passado, presente e futuro: as ações de preservação da Bacia

Rio das Pedras, em Guarapuava, há poucos metros do ponto de captação da Sanepar. Essa água abastece a população do município. Foto: Cléber Moletta/Rádio Cultura Fm Guarapuava.
Rio das Pedras, em Guarapuava, há poucos metros do ponto de captação da Sanepar. Essa água abastece a população do município. Foto: Cléber Moletta/Rádio Cultura Fm Guarapuava.

Ouça reportagem:

Guarapuava, atualmente, não enfrenta problema de escassez de água. Não falta e a qualidade é boa. Mas, nem sempre foi assim.

A afirmação de Elizeu, um dos responsáveis por tratar a água que chega na torneira dos guarapuavanos, se refere ao final do anos 1990. Sobre a época, ele relatou uma situação bem diferente da atual. Além do excesso de coliformes fecais, oriundos de fezes de animais, havia problema de sedimentos que dificultavam o tratamento da água.

Diante daquele cenário, a Sanepar recorreu a parceiros para que cada um, dentro de sua capacidade técnica, pensasse soluções para corrigir os problemas. Foi então construído um plano de manejo da bacia que ordenou o uso no local.

E se nada fosse feito? Em 20 anos a população aumentou, a demanda por água, naturalmente, também. Atualmente são distribuídos 647 mil m³ para as casas e empresas guarapuavanas.

Uma das estratégias da administração municipal foi se aproximar da academia, aproveitando o conhecimento de professores e pesquisadores da Unicentro (Universidade Estadual do Centro-Oeste) para conhecer melhor a área. Um diagnóstico socioambiental foi contratado e será usado para definir as estratégias de proteção da bacia.

Norteada por esse diagnóstico, as ações de conservação serão realizadas. Parte delas será executada graças a um projeto aprovado e que garantiu recursos do Ministério da Justiça. Nesse projeto, de R$ 2,8 milhões, serão plantadas 100 mil árvores na bacia.

A bióloga e gestora de projetos da Secretaria de Meio Ambiente de Guarapuava, Selba Regina Peres Lopes, conta ainda que o projeto vai financiar outras duas ações. Uma delas é a proteção de nascentes usadas para consumo das famílias que vivem na região.

Já a requalificação de estradas com pedras irregulares vai priorizar os trechos mais próximos aos rios e mais sensíveis, devido ao relevo. O objetivo é evitar que sedimentos sejam levados para o rio pela água da chuva.

BÔNUS:

COMO É FEITO O TRATAMENTO DE ÁGUA?

O técnico em saneamento da Sanepar, Eliseu Grzeszezyzen, falou sobre os métodos utilizados para tratamento da água para que ela chegue com qualidade em sua casa.

Confira as outras reportagens da série Rio das Pedras: nossa água de cada dia.

Algo errado? Comunique pelo email: pauta@culturacatolica.com.br

A Rádio Cultura produz conteúdos jornalísticos de qualidade na região de Guarapuava. Algumas dessas histórias você acompanha aqui ou em centralcultura.com.br

A Rádio Cultura produz conteúdos jornalísticos de qualidade na região de Guarapuava. Algumas dessas histórias você acompanha aqui ou em centralcultura.com.br